C.E.D.E.R.

CEDER.jpg
PARCEIROS
logo oficial.png
logo.jpg
Buscar
  • Ricarddo de Barros

O que é a ABNT ?



Como associado da ABNT, me tornei um admirador deste instituição, que rege nossas normas técnicas. O trabalho realizado por eles durante muitos e muitos anos sempre foi de se admirar se tornando referencia de algo que funciona nesse nosso País. Portanto resolvi divulgar um pouco de quem é o que representa a ABNT nestes dias atuais.

Vejam a seguir um pouco da historia...

Momento da fundação , em 28 de setembro de 1940 :





A ABNT é o Foro Nacional de Normalização por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo governo federal por meio de diversos instrumentos legais. Entidade privada e sem fins lucrativos, a ABNT é membro fundador da International Organization for Standardization (Organização Internacional de Normalização - ISO), da Comisión Panamericana de Normas Técnicas (Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas - Copant) e da Asociación Mercosur de Normalización (Associação Mercosul de Normalização - AMN). Desde a sua fundação, é também membro da International Electrotechnical Commission (Comissão Eletrotécnica Internacional - IEC). A ABNT é responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (ABNT NBR), elaboradas por seus Comitês Brasileiros (ABNT/CB), Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE). Desde 1950, a ABNT atua também na avaliação da conformidade e dispõe de programas para certificação de produtos, sistemas e rotulagem ambiental. Esta atividade está fundamentada em guias e princípios técnicos internacionalmente aceitos e alicerçada em uma estrutura técnica e de auditores multidisciplinares, garantindo credibilidade, ética e reconhecimento dos serviços prestados. Trabalhando em sintonia com governos e com a sociedade, a ABNT contribui para a implementação de políticas públicas, promove o desenvolvimento de mercados, a defesa dos consumidores e a segurança de todos os cidadãos.



Como é possível produzir um objeto? Como sabemos fazer algo, seja um machado ou uma faca de silex, um avião ou um tecido, um tijolo ou um circuito para um computador? Seja para uso pessoal, seja para uma troca econômica, não basta, para começar, que apenas um homem saiba produzir tais objetos. Também não adianta que ele seja capaz de fazê-lo apenas uma vez. O produto do trabalho humano é o produto da sociedade humana, e saber fazer alguma coisa significa que muitos homens, no presente e no futuro, em qualquer lugar, em qualquer tempo, também precisam ser capazes de fazer.

Na realidade, o conhecimento teórico ou prático, desprovido dos meios para sua conservação e transmissão, pouco significa em si mesmo. O trabalho humano se torna material por meio de procedimentos, regras, instruções, modelos, que podem ser repetidos, ensinados e aprendidos. Sem essa condição fundamental - a expressão do conhecimento em regras compreensíveis pelo outro - a civilização material não tem condições de se reproduzir. Ensinar e aprender a criar são atos que requerem uma linguagem comum.

ATUAL SEDE DA ABNT , em São Paulo, capital :



MENSAGEM DO ATUAL PRESIDENTE , SR PEDRO BUZATTO COSTA :

A normalização é tecnologia consolidada, que nos permite confiar e reproduzir infinitas vezes

determinado procedimento, seja na área industrial, seja no campo de serviços, ou em programas de gestão, com mínimas possibilidades de errar, entre outros aspectos altamente positivos.

Justamente por isso, a normalização é fascinante. Elaborar uma norma técnica é compartilhar

conhecimento, promover a competitividade, projetar a excelência e suas melhores consequências nos planos econômico, social e ambiental.

Como Foro Nacional de Normalização, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)

dedica-se, desde 1940, a disseminar metodologias consagradas e processos inovadores, estabelecendo uma espécie de ponte para o desenvolvimento tecnológico de organizações de todos os perfis. Desafios, crises e, principalmente, grandes conquistas pontuam a trajetória da ABNT e constituem, fundamentalmente, a história da normalização em nosso país. Com certeza, essa história merece ser contada.

Pedro Buzatto Costa

Presidente do Conselho Deliberativo da ABNT


Fundador e patrono

Paulo Accioly de Sá

Presidente do Conselho Diretor e Diretor-Presidente

Ary Frederico Torres (1940-1953)

Mariano Jatahy Marcondes Ferraz (1954-1959)

Álvaro de Souza Lima (1960-1966)

Arthur Levy (1967-1969)

Diretores-Presidentes

José Olavo de Freitas (1969-1970)

Plínio Reis de Cantanhede Almeida (1970-1974)

Luiz Verano (1975-1977)

Arthur Napoleão Montagna de Souza (1977-1978)

Francisco de Assis Basílio (1978-1980)

Hélio Martins de Oliveira (1981-1982)

Sérgio Quintella (1983-1984)

Alberto Cotrim Pereira (1985-1986)

Mauro Thibau (1987-1988)

Presidentes do Conselho Deliberativo e Diretor-Presidente

Henrique Silveira de Almeida (1989-1992)

Antônio Márcio Avellar (1993-1995)

Victor Resse Gouvêa (1996)

Presidentes do Conselho Deliberativo

Mário Gilberto Cortopassi (1996-2000)

Jayme Ferreira Brandão (2000-2001)

Francisco Sanz Esteban (2001-2002)

Diretoria atual

Pedro Buzatto Costa – Presidente do Conselho Deliberativo

Walter Luiz Lapietra – Vice-Presidente do Conselho Deliberativo

Ricardo Rodrigues Fragoso – Diretor Geral

Carlos Santos Amorim Junior – Diretor de Relações Externas

Eugenio Guilherme Tolstoy De Simone - Diretor Técnico

Odilão Baptista Teixeira – Diretor Adjunto de Negócios

PARA SABER MAIS DESTA ASSOCIAÇÃO QUE É REFERENCIA NACIONAL, ACESSE :

http://www.abnt.org.br/abnt/conheca-a-abnt

EU RECOMENDO COM TODA A CONFIANÇA !!!

10 visualizações

REPORTAGENS

Todos os direitos reservados à Lugares, Pessoas e Ideias