C.E.D.E.R.

CEDER.jpg
PARCEIROS
logo oficial.png
Buscar
  • Ricarddo de Barros

EMBU das ARTES, uma cidade carismática e muito interessante, vale a pena visitar...

Atualizado: há 3 dias

Conhecemos EMBU das ARTES há mais de 40 anos e ela sempre consegue se superar nas expectativas.

Era uma cidade pequena mas com ótimo potencial turístico, devido à localização e à criatividade de seus moradores na produção de artesanato e móveis.

Hoje é uma referência nacional nessas áreas e em outras também, muito pelo trabalho de seus dirigentes e comerciantes.

Vamos abaixo falar mais dela e de suas possibilidades no turismo de viagens...



A aldeia de M' boy que em tupi-guarani significa " cobra grande " surgiu entre 1555 e 1559. Em 1624 , Fernão Dias e Catarina Camacho doaram suas terras aos jesuitas da Companhia de Jesus com a condição de estabelecerem a devoção à Nossa Senhora do Rosario e a festa à Santa Cruz.

Na segunda metade do século XVII , o jesuíta Belchior de Pontes comandou a construção da igreja e do convento onde hoje funciona o Museu de Arte Sacra, localizado no centro Histórico da cidade.

Já em 1920, Embu recebeu um de seus maiores expoentes, o pintor Cássio M'Boy,. Nos anos seguintes, outros artistas chegaram à cidade, como Assis de Embu, mestres Sakai e Gama, Solano Trindade e Ana Moyses, entre vários outros.

Eles ajudaram a fundar em l1969 a feira de artes de Embu , conhecida mundialmente como FEIRA DE EMBU DAS ARTES.




O Conjunto Jesuítico inclui a igreja da Nossa Senhora do Rosário e sedia o Museu de Arte Sacra. Sua arquitetura apresenta particularidades do estilo barroco paulista e um acervo rico em imagens dos anjos, santos e personagens bíblicos entalhados em madeira, modelados em terracota ou em armações em roca, produzidas entre os séculos XVII e XIX. Creditam a autoria da imagem da Nossa Senhora do Rosário em terracota ao Padre Belchior de Pontes, responsável pela construção da Igreja. A obra - prima do museu, " Senhor Morto " , esculpida em tamanho real em uma única tora de madeira, bem como as imagens da Nossa Senhora das Dores e da Santa Ceia, em roca são da autoria do padre Macaré. As demais peças expostas foram esculpidas por jesuítas, auxiliados pelos índios da região. O tour tem a igreja como ponto alto : a sacristia, com pinturas de estilo oriental no forro e o altar da capela-mor , ornado com talha dourada.




Cerca de 500 expositores oferecem obras de artes, artesanatos, móveis rústicos, área de alimentação e feira de plantas e flores ornamentais, instalada em frente ao Centro Cultural, fica a tenda ! EMBU DAS ARTES AO VIVO " , onde artistas do município trabalham diariamente numa extensão de seus ateliês.

Centenas de artesões de vários países expõem grande variedade de opções, bijouterias, porcelanas, instrumentos musicais, estofados, cestarias, vestuários, rendados, e mais uma série de objetos utilitários ou simplesmente decorativos, junto com barracas de alimentos e bebidas. Uma grande diversidade de produtos oferecidos.





ARTE :

Com a chegada de inúmeros artistas importantes ao município a partir de 1920, Embu consolida sua posição de destaque no cenários artístico nacional. Hoje a cidade abriga mais de 40 ateliês e galerias, onde pintores, escultores, forjadores, entalhadores e ourives produzem e comercializam obras de grande beleza e refinamento, encantando os milhares de turistas que visitam EMBU DAS ARTES semanalmente.




PARQUE DO LAGO FRANCISCO RIZZO


Com mais de 211 mil metros quadrados, a antiga área de extração de areia deu lugar a um espaço verde e a um grande lago de 56.000 m2, povoado por dezenas de espécies de peixes. Possui pistas de cooper, brinquedotecas, biblioteca sobre meio ambiente e viveiro de mudas, que oferece variedade de plantas e árvores, algumas nativas da região , para retirada e plantio.

òtimo lugar para se passar um final de semana com a família, ou mesmo um feriado ou dia comum da semana...


MÓVEIS RÚSTICOS E ANTIQUÁRIOS


A efervescência cultural de EMBUI DAS ARTES, na década de 60, levou à cidade um grande número de pessoas interessadas na riqueza histórica do município, potenciais colecionadores de móveis e objetos antigos. Hoje cerca de 40 antiquários especializados na venda de antiguidades oferecem peças de grande valor histórico, artístico e cultural

Existem também várias lojas de fabricantes locais de móveis rústicos, os quais viraram mania nacional e marca da cidade.



Existem ainda outras diversas atividades culturais, que podem e devem ser visitadas na cidade,

Nos finais de semana é o pico de visitação, mas durante a semana as lojas ficam mais vazias e o atendimento é mais personalizado

A atual gestão da SECRETARIA DE TURISMO da cidade, regida pela sra ROSANA ALMEIDA e do SECRETARIO ADJUNTO DE TURISMO , sr ANDERSON ZONTA , é um exemplo de trabalho sério e de alta qualidade

Entre seus assessores esta o sr RÉGIS PIRES, um profissional gabaritado que há quinze anos participa da evolução e construção da história artística da cidade.

Eu recomento essa cidade como roteiro cultural , sendo que para os paulistanos em geral é um ótimo programa para ser colocado na agenda de lazer.


Vem comigo nessa !!!



10 visualizações0 comentário

REPORTAGENS